Logo CH-Direct

CONDIÇÕES GERAIS DE VENDA.

1. Âmbito de aplicação

1.1 As presentes condições são aplicáveis ​​a todas as ofertas, acordos, execução de pedidos e entregas da Ch-Sistemas, S.L., empresa cujo nome comercial é Ch-Direct, doravante, o Fornecedor.

1.2 As condições suplementares ou diferentes daquelas presentes somente serão efetivas se o Fornecedor tiver expressado sua aprovação por escrito: tais diferenças somente serão aplicáveis ​​ao contrato para o qual foram feitas.

1.3 No caso de a oferta e a aprovação se referirem a condições gerais diferentes, as condições gerais do Fornecedor serão aplicadas, desde que sejam as da parte que faz a oferta. A aplicação das condições do comprador é expressamente rejeitada.

1.4 Todos os orçamentos são sem obrigação, embora incluam um prazo para aceitação. No caso de uma cotação incluir uma oferta sem compromisso e ser aceita, o Fornecedor terá o direito de cancelá-la dentro de dois dias úteis após receber a aceitação.

1.5 As imagens e descrições presentes em ofertas, folhetos, catálogos, especificações de pesos e medidas e material promocional, bem como em quaisquer outros dados fornecidos pelo Fornecedor, não são vinculativos para ele.

1.6 As ordens, ordens e modificações delas só serão vinculativas para o Provedor se ele expressar seu consentimento ou confirmação por escrito. O Fornecedor tem o direito de rejeitar uma atribuição sem ter que declarar as razões e sem qualquer responsabilidade decorrente dele pelos danos que possam resultar desta rejeição, direta ou indiretamente.

1.7 O escopo das obrigações do Fornecedor será determinado exclusivamente pela confirmação do pedido, salvo acordo em contrário por escrito.

2. Preços

2.1 Todos os orçamentos e preços são depósitos francos, não incluem o imposto sobre o volume de vendas (IVA) e são expressos em euros (€), salvo indicação expressa em contrário. Os preços baseiam-se nos fatores de custo válidos no momento do fechamento do contrato, como materiais, salários, tarifas de importação e exportação, tarifas, impostos, frete, seguro, etc.

2.2 Se entre a data em que o acordo é celebrado e a data de entrega, os preços de custo ou preço pelos quais o Fornecedor adquire os produtos ou serviços de terceiros sofrerem alterações, o Fornecedor terá o direito de modificar adequadamente. o preço acordado.

3. Entrega

3.1 A indicação dos prazos de entrega em ofertas, confirmações ou contratos será feita da melhor maneira possível e deverá ser cumprida na medida do possível, embora em nenhum caso seja obrigatória. Se esses prazos forem excedidos, o Fornecedor poderá consultar o cliente. Se os prazos de entrega forem excedidos, o cliente não terá direito, mesmo após a inadimplência, à rescisão do contrato ou exigir uma indenização por danos ou considerar suspensos ou anulados os compromissos do cliente decorrentes deste contrato.

3.2 Se o pagamento em parcelas for acordado e o primeiro deles expirar com o pedido, a entrega efetiva não deverá ocorrer até que a primeira parcela do pagamento seja recebida.

3.3 Quando parte de um pedido está pronto, o Fornecedor pode entregá-lo ou esperar até que o pedido completo esteja pronto. Com a entrega das encomendas e peças em conformidade com o acima exposto, bem como com a entrega das partes sucessivas de uma encomenda ao abrigo do presente contrato, cada uma das entregas será considerada como um contrato individual em que as disposições da nessas condições.

4. Transporte

4.1 Todos os produtos encomendados pelo cliente, salvo acordo em contrário, serão entregues pelo Fornecedor por conta e risco do cliente ou serão enviados para distribuição para os locais acordados e da maneira determinada no cliente. confirmação do pedido ou posterior. Todas as instalações no fornecimento de produtos ou serviços serão consideradas como emprestadas pelo risco do cliente.

4.2 O transporte dos produtos será realizado na forma determinada pelo Fornecedor.

4.3 Os produtos que serão transportados não serão segurados, salvo acordo em contrário por escrito, caso em que os custos do seguro serão suportados pelo cliente.

4.4 No caso em que o transporte das mercadorias não pode ser realizado por razões alheias ao controle do Fornecedor, este está autorizado a armazenar os produtos por conta e risco do cliente, sem prejuízo do direito do Fornecedor de exigir o produto. pagamento do preço de compra.

5. Reclamações e garantia de reembolso

5.1 Imediatamente após a entrega, o cliente deve verificar se a quantidade de produtos ou serviços entregues corresponde ao pedido. Em caso de desacordo entre o pedido e a entrega, o Fornecedor deve ser informado por escrito dentro de 24 horas.

5.2 O cliente deve verificar imediatamente após a entrega que os produtos ou serviços não apresentam defeitos aparentes. Caso detecte defeitos visíveis, o cliente deve notificar o Fornecedor por escrito dentro de 48 horas após a entrega.

5.3 O descumprimento das disposições das seções 1 ou 2 deste artigo implicará o cancelamento dos direitos do cliente.

5.4 Em caso de rejeição dos produtos ou serviços, o Fornecedor deve ter a oportunidade, se assim o desejar, de reparar os produtos ou serviços rejeitados ou de reabastecê-los de acordo com o pedido.

5.5 Os produtos processados ​​ou revendidos serão considerados aprovados, de modo que o cliente não terá mais direito de reivindicar.

5.6 A possível reclamação do cliente não altera em nada suas obrigações quanto ao pagamento.

5.7 O cliente tem o direito de devolver ao Fornecedor um produto comprado por ele dentro de dez dias após a entrega, após o qual o Fornecedor deve reembolsar o preço da compra. Para que o reembolso ocorra, tanto o produto quanto a embalagem devem ser devolvidos ao Fornecedor como novos. As disposições desta seção não cancelam o que foi coletado nas seções anteriores.

6. Força maior

6.1 Força maior significa as circunstâncias que impossibilitam a execução deste contrato. Essas circunstâncias incluem, entre outros: o incumprimento total ou parcial das obrigações de um terceiro que se espera para receber produtos ou serviços, medidas restritivas por parte das autoridades são da natureza que seja, mobilização, guerra, epidemias, greves, ocupação da empresa, doenças da equipe, distúrbios na empresa, fogo, embargo, falha de máquinas, dificuldades de transporte e qualquer outra situação que Provider não pode razoavelmente prever e em que não pode agir.

6.2 Em caso de força maior, o fornecedor não pode cumprir os seus compromissos, ou fazê-lo com dificuldade, ser autorizada a suspender a totalidade ou parte do contrato sem intervenção judicial ou, se tal suspensão continua por cinco meses, para rescindir o contrato por carta registrada. Neste caso, os compromissos decorrentes do contrato serão rescindidos, sem que as partes possam exigir indenização por danos ou outras compensações da parte contrária. Se o fornecedor cumprir parcialmente com o contrato, o cliente deve uma parte razoável do preço total.

7. Pagamento

7.1 O cliente deve pagar todas as faturas de acordo com as condições de pagamento descritas nelas. Na ausência de condições específicas, o cliente deve pagar no prazo de trinta dias a partir da data da fatura.

7.2 Se a data de validade não seja ultrapassado, o cliente vai pagar um juro mensal de 2% sobre os montantes em dívida, considerando um mês inteiro qualquer parte dele, sem ser necessário o fornecedor apresentar um pedido de pagamento, exortação ou constituição em atraso. Se o cliente continuar a infringir a reclamação, o fornecedor pode exigir a reclamação através dos tribunais, caso em que o cliente estará sujeito ao pagamento integral das despesas judiciais e extrajudiciais, que será calculado por peritos independentes, de acordo com os custos estabelecidos por lei , relativo à apresentação da reclamação ou ao exercício de seus direitos de qualquer outra forma. O Provedor tem o direito de definir o valor das custas judiciais extrajudiciais em uma quantia fixa de 15% do valor total, com um mínimo de € 250 (duzentos e cinquenta euros).

7.3 Um desconto ou compensação para uma possível reivindicação subsequente pelo cliente sobre o Fornecedor está expressamente descartada.

7,4 No caso em que o cliente não cumprir ou não cumprir em tempo, um contrato de derivativos, o compromisso decretar falência, solicitar um procedimento de suspensão dos pagamentos ou realizar um procedimento semelhante for declarada falida , dissolver ou transferir a sua empresa, bem como se um embargo for imposto contra você, qualquer reclamação do Fornecedor ao cliente será executada integral e imediatamente. Por outro lado, neste caso, o Fornecedor terá o direito de rescindir este contrato sem a necessidade de uma intervenção judicial ou inadimplente e recuperar os produtos já entregues pendentes de pagamento ou suspender a execução do contrato, tudo sem prejuízo do direito à indenização. por danos.

7.5 O cliente será considerado como aceitando uma fatura como correto e reconhece sua dívida se ele não enviar uma reclamação por escrito para o mesmo dentro de 14 dias após a data da fatura.

7.6 Se a fatura não for paga na moeda holandesa, deve ser pago um montante equivalente à soma da fatura em euros (€), calculada de acordo com a taxa de câmbio do dia em que o pagamento é efetuado.

8. Conservação da propriedade de produtos entregues

8.1 A propriedade dos produtos entregues continuará a corresponder ao Fornecedor até que o cliente cumpra todas as suas obrigações, incluindo possíveis obrigações de pagamento de juros e custos. O cliente concorda em manter os produtos convenientemente durante esse período e em garantir-lhes possíveis desastres.

8.2 Se o mesmo tipo de produtos for entregue para uma ou mais faturas não pagas, os produtos que estão em posse do cliente serão considerados entregues pelas faturas não pagas.

8.3 Enquanto os produtos permanecerem como propriedade do Fornecedor, o cliente não poderá revendê-los ou comprá-los. A violação desta proibição pelo cliente implicará imediatamente, sem a necessidade de inadimplemento, o pagamento de multa no valor de € 25.000 (vinte e cinco mil euros) e o preço de compra será devido imediatamente, sem prejuízo de outros direitos a que possa ter direito. ser um credor do fornecedor.

9. Garantia de produtos entregues

9.1 O Fornecedor garante o bom funcionamento dos produtos fornecidos por um ano. Por correto entenda-se que durante este período os produtos reterão as propriedades que podem ser esperadas deles sob este contrato. Se o produto fornecido apresentar defeitos durante este período, o cliente terá o direito de repará-lo sob esta garantia. O Fornecedor pode optar por substituir o produto ou reembolsar o preço de compra em vez do reparo, se não puder ser pedido, de acordo com seus critérios.

9.2 Em relação ao reparo ou substituição de um produto de acordo com a primeira seção, a data original do período de garantia será efetiva. Um novo período de garantia de um ano não será iniciado para produtos reparados ou substituídos.

9.3. Excluídos da garantia estabelecida na primeira seção estão falhas ou falhas que são a consequência total ou parcial de:

  • a. uso impróprio, negligente ou incompetente ou falha no cumprimento das instruções de uso ou manutenção;
  • b. usar diferente do uso normal para o qual se destina;
  • c. causas externas, como danos causados ​​por incêndios ou inundações;
  • d. a montagem, instalação ou reparo por terceiros não relacionados ao Fornecedor;
  • e. o uso de materiais ou produtos fornecidos pelo cliente ao fornecedor para sua adaptação ou que tenham sido usados ​​mediante solicitação ou seguindo as instruções do cliente;
  • f. a aplicação de modos de trabalho e estrutura seguindo as instruções do cliente;
  • g. a aplicação de um padrão estadual;
  • h. alterações não autorizadas por escrito pelo Fornecedor que o cliente ou terceiros fazem ou instalam nos produtos ou componentes fornecidos pelo Fornecedor no contexto da garantia ou manutenção;
  • i. o desgaste normal;
  • j. Produtos ou componentes que o Fornecedor adquiriu de terceiros, na medida em que os terceiros em questão não deram uma garantia ao Fornecedor.

9.4 A garantia descrita na primeira seção será completamente anulada se o cliente não cumprir, ou não cumprir pontualmente ou convenientemente, suas obrigações para com o Fornecedor ou se o cliente reparar o produto sozinho ou através de terceiros. .

9.5 As ações e custos de reparo que não estão incluídos nesta garantia serão suportados pelo Provedor de acordo com suas taxas usuais.

9.6 As demandas judiciais referentes a sentenças devem ser apresentadas dentro de um período de seis meses após a reivindicação dentro do período de garantia descrito no primeiro parágrafo ou serão canceladas.

9.7 Se, no âmbito da execução das obrigações de garantia, o Fornecedor considerar necessário, os produtos serão transportados e entregues pelo cliente e por conta e risco do cliente e no local decidido pelo Fornecedor.

10. Responsabilidade do provedor

10.1 A possível responsabilidade do Fornecedor em relação ao cliente, sobre a qual a base é estabelecida, é limitada ao montante para o qual, se necessário, pode ser reivindicado de acordo com o seguro de responsabilidade do Fornecedor. Se solicitado, mais informações serão fornecidas sobre o conteúdo das condições da apólice.

10.2 A responsabilidade por danos não cobertos pelo seguro está excluída, isto é, está limitada ao cumprimento da garantia descrita no artigo 9, exceto em caso de intencionalidade ou erro grave por parte do Fornecedor.

10.3 Sem prejuízo do disposto no artigo 5, capítulos 1 e 2, destas condições, toda a responsabilidade será cancelada se o cliente não informar o Fornecedor dentro de cinco dias após ter descoberto o defeito ou em o momento em que a aparência de um defeito deveria ter sido comunicada por escrito. Este artigo não modifica de forma alguma o disposto nos parágrafos 1 e 2 do artigo 5º. Este artigo refere-se apenas a situações não contempladas nos parágrafos 1 e 2 do Artigo 5º.

11. Retorna

11.1 Se você não expressou seu consentimento prévio por escrito, o Fornecedor não é obrigado a aceitar devoluções do cliente. A aceitação de devoluções não implicará, em nenhum caso, o reconhecimento pelo Fornecedor do motivo alegado pelo cliente para tal retorno. O risco dos produtos devolvidos corresponderá ao cliente até que o cliente os coloque em crédito.

11.2 O Fornecedor reserva-se o direito de efetuar a acreditação possível a partir dos retornos, descontando 10% do preço dos produtos devolvidos, com um mínimo de € 50 (cinquenta euros).

12. Aspectos gerais

No caso de uma ou mais cláusulas do contrato entre o Provedor e o cliente, entre as quais essas condições gerais estão incluídas, foram declaradas nulas ou ilegais, as cláusulas restantes permanecerão totalmente efetivas. As partes negociarão as cláusulas consideradas nulas ou ilegais para chegar a um acordo para substituí-las.

13. Rescisão

Além das disposições dos artigos 6 e 7, as partes concordam expressamente que o contrato será rescindido sem a necessidade de intervenção judicial ou por inadimplemento quando o cliente declarar falência, solicitar a suspensão provisória do contrato. pagamentos, é afetado por um penhora, administração judicial ou de outra forma perde a capacidade de dispor de seu próprio capital ou partes dele.

14. Informações confidenciais

Cada uma das partes tomará todas as medidas apropriadas e razoáveis ​​para manter a confidencialidade da informação privada recebida da parte contrária.

15. Lei aplicável

Os compromissos entre o Fornecedor e o cliente descritos no artigo 1 estão sujeitos exclusivamente à lei holandesa. A aplicação da Convenção de Viena sobre vendas internacionais está excluída.

16. Correspondência

A correspondência endereçada ao fornecedor deve ser enviada para o endereço: C / Peña San Juan, 1 – 39750 Colindres / Cantabria ou para o e-mail info@ch-direct.es.

17. Idioma

Estas condições gerais estão escritas em espanhol, inglês, alemão, francês e italiano. Em caso de discrepância no conteúdo ou significado dessas condições gerais, o texto em espanhol prevalecerá.

18. Conflitos

Todos os conflitos que possam surgir em conexão com este contrato, nos quais estas condições gerais se aplicam, ou por causa de contratos subseqüentes que estejam relacionados a ele, serão resolvidos exclusivamente perante o juiz competente do Santander / Espanha.

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de Cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies
0

Logo CH-Direct